segunda-feira, 18 de julho de 2016



 ATÉ UMA JOANINHA SABE CHORAR, MAS TAMBÉM SABE SORRIR... 
E SE SAI MUITO BEM A COLORIR MEUS BORDADOS ATUAIS...


"Brincadeira de criança
Na palma de minha mão
Dentro da caixa de fósforo
Janelinha para o ar
Fuga pela fresta
Novamente solta no espaço
Numa folha a pousar
Borrão vermelho no verde
Camuflada na luz da flor
A dançar, a girar
A cair, a rodar
Pelo chão a rolar
!Minha linda Joaninha
Vem do passado a zombar
Das minhas memórias de menina
Todas pintadinhas de bolinhas!
Rodopiando em minhas Saudades a chorar!"

Liz Rabello